UMA VOLTINHA POR FARO.

UMA VOLTINHA POR FARO.
Com coisas para fazer em Faro aproveitámos para ver as decorações na capital do Algarve. A primeira impressão com que ficamos é que as decorações são muito discretas mas muito bem colocadas. Não há aqui aquela necessidade de fazer brilhar muito usando muitas lâmpadas mas estou convencido que quando o crepúsculo terminar toda a decoração terá um esplendor maior. Como eu costumo dizer a cidade está lá e de lá não se mexe mas de cada vez que lá vou está sempre diferente porque é uma cidade viva.
No Largo da Pontinha ergueram a tradicional alta árvore luminosa e ao lado também colocaram uma grande tenda transparente. Desta vez não espalharam pelas ruas as muitas árvores que as escolas costumam fazer pelo Natal, meteram-nas todas dentro desta grande tenda para que possam sobreviver à chuva, o que achei muito bem, embora na rua fossem muito mais interessantes.1-2016-11-28-15-27-16(O Largo da Pontinha em Faro)

A CAMINHADA EM S. BARTOLOMEU DE MESSINES.

A CAMINHADA EM S. BARTOLOMEU DE MESSINES.
São Bartolomeu de Messines é uma vila portuguesa do concelho de Silves, que hoje nos recebeu para mais uma Marcha-Corrida do Calendário Regional do Algarve. Uma vez mais beneficiámos com a paragem da chuva que nos permitiu caminhar pelo campo. Esta é uma caminhada muito curiosa pois inclui também um percurso de 4 kms para carrinhos de bebé, além dos habituais 5 e 9 kms. Apesar de estar um pouco fresco pela manhã, o que já é habitual nesta época do ano, ninguém arreda pé pois o convívio entre amigos e conhecidos ocupa-nos quase todo o tempo. Enquanto os que correm não têm tempo para conversas, os que caminham têm tempo demais para dar à língua o que desenferruja também as cordas vocais. Caminhar é só benefícios mas ainda há muita gente que não percebeu ou não tem tempo.
Com tudo no sítio, esta caminhada foi a paródia do costume. Boa organização da Casa do Povo desta vila com fartura de águas, laranjas e clementinas ou não fosse esta a zona onde se produzem as melhores laranjas do país, isto para não falar do importante aquecimento com um ‘borracho’ no palco a que já nos habituaram. Até nos foi oferecida uma camisola o que confirma que as povoações mais modestas são as que melhor nos recebem.2016-11-27-11-20-31(Pelos campos de S. Bartolomeu de Messines)

2016-11-27-10-31-44(Esta é a terra de João de Deus, o homem que ensinou Portugal a ler)

OS MERCADOS ESTA MANHÃ EM OLHÃO.

OS MERCADOS DE OLHÃO ESTA MANHÃ.
Apesar da chuva que caiu esta noite, passámos a manhã sempre a ameaçar mas lá nos safámos sem cair pinga que permitiu ao Mercado a habitual vitalidade que lhe é conhecida.2016-11-26-11-58-07            (Todos os sábados de manhã se realiza um mercado de rua no passeio ribeirinho).   

2016-11-26-11-45-51(No Mercado do Peixe a animação é grande)

2016-11-26-12-49-44(No Mercado de Frutas e Legumes é outra animação)

2016-11-26-12-26-07(Mesmo ao lado dos Mercados toda a beleza da Ria Formosa)

2016-11-26-12-13-38(Ao lado, no Jardim Pescador Olhanense também se realiza uma feira de tendeiros)

2016-11-26-12-44-53(No Algarve há sempre flores, que nunca faltam por aqui)

2016-11-26-13-00-43(Até o Grupo Naval de Olhão aproveita para mandar a juventude para a Ria Formosa)

TAVIRA.

AINDA HÁ SÍTIOS PARA COMER BEM.
Ontem fomos para Sotavento e ao passarmos por Tavira lembrou-me que havia um bom restaurante que só serve peixe grelhado. Chama-se Três Palmeiras e fica no Vale Caranguejo, ao lado da pista de ciclismo e já há muitos e muitos anos que lá vamos. Cada pessoa paga 5€ e come peixe grelhado no carvão à vontade, só se paga os extras. Na grelha a carvão também são torradas besuntadas com um molho especial da casa que é de lamber os dedos. Caiu uma carga enquanto almoçávamos mas depois abriu um pouco o que ainda nos permitiu dar uma volta pela cidade mas o dia estava muito escuro e mesmo assim ainda nos divertimos.2016-11-25-14-34-03        (Nós fomos para as Bicas assadas na brasa, as torradas de pão alentejano e Salada Mista)

2016-11-25-16-27-51(Demos um passeio pelo centro da cidade já com as decorações de Natal)

2016-11-25-15-54-07(Passámos a pé a grande Ponte dos Descobrimentos com vistas fabulosas)

2016-11-25-16-21-21(Também passámos a ponte romana sobre o Rio Gilão)

2016-11-25-16-13-38(Encontramos sempre uma flor interesante, desta vez no jardim da Praça Dr. António Padinha)

O PASSEIO DE HOJE EM OLHÃO.

O PASSEIO DE HOJE EM OLHÃO.
Os percursos são quase sempre os mesmos mas as paisagens mudam a todo o momento porque a nossa vista tem muitas formas de ver as coisas. É precisamente nisto que reside o fascínio da fotografia, podemos lá passar todos os dias que o local não se mexe, o que mexe é a nossa vista. Em Olhão, como em todo o lado, há sempre muito para ver, só depende da maneira como vemos o que temos à frente dos olhos. Há quem diga que uns têm mais habilidade para ver (hoje chama-se talento) mas eu discordo. Até os cegos (hoje diz-se invisuais) conseguem ver coisas que temos à frente e nós não as vemos. Hoje em dia toda a gente, ou quase todos, tem um telemóvel com câmera fotográfica por isso todos somos fotógrafos. Apesar da indiferença ou preguiça de alguns a verdade é que o mundo se vai aperfeiçoando na fotografia. Eu não sou fotógrafo, nem sequer amador, sou daqueles que aprenderam com as novas tecnologias e, apesar de ser um reformado teso, como a grande maioria das pessoas deste país, tenho uma coisa que os mais novos não têm: tempo. Porque um velho não pode nem deve estar enterrado no sofá, o tempo permite-me que faça duas coisas que me agrada bastante: caminhar e fotografar. Em 7 anos de reformado aprendi muita coisa nestas duas atividades, beneficiando de viver numa cidade a cair de velha, mas linda de morrer, de ter uma Câmara Municipal e Junta de Freguesia que nos permite viajar por outras terras, caminhando, confraternizando e vendo outras paisagens que nos alegram e nos tiram do sofá.2016-11-24-12-34-28

(Passeio ribeirinho e Jardim Patrão Joaquim Lopes, vulgo Jardim dos Patinhos)

2016-11-24-12-41-19

(Largo do Levante)

O PASSEIO DE HOJE EM OLHÃO.

O PASSEIO DE HOJE EM OLHÃO.
Em Olhão tudo cheira a outono e não são só as castanhas assadas que fazem uma grande fumarada nas ruas, é também o tempo adequado à estação do ano e, apesar de beneficiarmos de uma tolerância fria a verdade é que a chuva já chegou. Mas como manda a regra para o Algarve depressa parou e agora só lá para o fim-de-semana é que volta a chover. Mas lá por ser um paraíso não quer dizer que não tenhamos os nossos problemas, que outros não têm, e não são poucos. Viver neste planeta não é fácil, só temos que nos adaptar!rua-dr-manuel-eusebio-ramires-2016-11-22-12-47-42

(Rua Dr. Manuel Eusébio Ramires)

2016-11-22-13-02-06

(O homem das castanhas. Fico a olhar, só olhar. Lamento mas sai mais barato comê-las em casa.)

2016-11-22-11-50-23

(Deitaram abaixo o que restava do velho cinema na Av. da República e ficaram à mostra novas belezas pouco vistas)

A MINHA CAMÉLIA VOLTOU.

A MINHA CAMÉLIA VOLTOU.
Todos os anos e já lá vai uma década que a minha Camélia nesta altura resolve dar à luz. Durante o verão tenho que a colocar em locais mais frescos porque elas não se dão muito bem com os ares do Algarve. No entanto dão-se muito bem lá para o norte porque gostam de um clima mais fresco. Este ano tenho apenas 9 botões por abrir e cada ano que passa dá mais flores. Nalgumas zonas do país é também conhecida por Japoneira e o curioso é que o género Camellia inclui muitas plantas ornamentais entre as quais o Chá.
Todas as espécies de Camellia são designadas, na China, pela palavra mandarim “chá” (茶), complementada por algum termo que, geralmente, caracteriza o seu habitat ou as suas peculiaridades morfológicas e certas espécies exalam um suave perfume.2016-11-21-17-41-50

Previous Older Entries Next Newer Entries

%d bloggers like this: