PELA SUA SAÚDE, MEXA-SE.

Olhão.
As recordações são muito importantes nas nossas vidas, especialmente quando já temos a idade que temos. Mas nem só de recordações vive o Homem. Recordar é viver mas também pode ser muito nostálgico. Por tudo isso eu entendo que devemos ter tempo para tudo. E é por isso que todos os dias faço a minha caminhada. Caminhar é, primeiro que tudo, deixar o bafio das nossas casas. Depois apanhar ar fresco. Ver a cidade à nossa volta. Ver pessoas e animais. Ver os campos e apreciar as flores. Vamo-nos habituando a conhecê-las. Ver edifícios lindos, uns estranhos outros em ruínas. Hoje em dia até podemos apreciar a malfadada ‘arte moderna’ dos Graffiti. O vai vem apressado das pessoas que procuram chegar a horas ao emprego. A correria desalmada de alguns condutores apressados. Percorrer o Parque da nossa zona calmamente procurando adivinhar que árvore é aquela, que flor bonita além, ou uma ave que não via há muito tempo. Até mesmo um esquilo que pensávamos não existir por aqui. Tudo isto nos faz andar, e depois, olhando para alguns prédios encontramos sempre pequenos pormenores que nos chamam a atenção. Até os grandes painéis de azulejos que sempre passámos por eles a correr, desta vez ficamos admirados por nunca os termos visto. Uma cidade, por muito pequena que seja tem sempre muita coisa para ver. Eu vivo numa cidade pequena, conheço quase todas as suas ruas, mas todos os dias chego a casa com fotos de coisas que eu nunca pensava que existiam. Entrar nos Mercados é uma excelente ideia porque não só nos vamos  inteirando dos preços como podemos apreciar as frutas e legumes frescos e da época. Os peixes e a sua enorme variedade tem sempre muito para ver. Depois do almoço, é que me começo a sentir cansado. Durmo a minha sesta e depois do lanche dedico-me à leitura. Muito raramente saio à noite. Entretenho-me com o computador, muito pouca televisão e no final, xixi e cama.
As caminhadas feitas por nós, que já não somos novos, podem ser feitas de várias maneiras. Tudo depende da capacidade de locomoção de cada um. Se não tem problemas de pernas, como eu, apesar de ter má circulação, a caminhada pode, e deve ser em passo um pouco acelerado. Se tiver mais dificuldade em se mexer, faça coisas mais ligeiras, como caminhar devagar, passear no Parque, entrar no Mercado ou até mesmo num Centro Comercial. Tudo serve. O que nunca se deve fazer é ficar enterrado no sofá em frente da televisão.
PELA SUA SAÚDE, MEXA-SE!Imagem
Na última Mamamaratona, em Portimão, foi  assim. 6100 pessoas.
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: