Marcha-Passeio d’Os Leões de Olhão, 1/DEZ/09:

Hoje, dia 1º de Dezembro de 2009, o Núcleo Sportinguista "Os Leões de Olhão" organizaram a sua 1ª Marcha-Passeio que muita falta fazia para uma organização desportiva como esta. A organização da prova esteve boa, com algumas pequenas falhas. Nada de importante e que não possa ser corrigido nas próximas provas, como espero. Por exemplo: é preciso informar as pessoas de quantos quilómetros vamos andar. É que nem todos aguentam 10 kms. Por isso é costume dividir as marchas em dois percursos. Um pequeno, normalmente de 4 ou 5 kms e outro maior de 8 a 10 kms, conforme as terras e os percursos. Ter conhecimento do percurso também é importante, já que não há ambulância, assim as pessoas saberiam onde estar no caso de quererem desistir. É preciso ter em conta que a maioria dos marchantes são pessoas idosas. Os mais novos não têm tempo para estas coisas. Uma das vossas preocupações é conseguir angariar também a malta nova para estas práticas desportivas. E todos nós sabemos que a malta nova é muito exigente e pensam que sabem tudo, por isso, atraí-los é um trabalho difícil que só se consegue sando-lhes boas condições.

Saímos do pavilhão em direcção ao Intermarché que passámos ao lado e fomos dar à Zona Industrial onde enfiámos por dentro da vedação da Doca de Pesca. Seguimos ao longo de todo o cais até chegarmos junto do Clube Naval. Aí saímos a vedação e fomos pelo passeio até junto das bilheteiras dos barcos para as ilhas. Seguimos ao longo do muro pelo Jardim até chegarmos aos Mercados e depois passámos pelo Jardim seguinte onde está o Coreto e aí perto fizemos uma paragem para fazer exercício.

Continuámos ao longa da Av 5 de Outubro e, antes da rotunda cortámos á direita em direcção às piscinas. Passámos estas e o Estádio do Olhanense e seguimos até à Passagem de Nível da Rua Almirante Reis. Sempre junto à linha dos combóios fomos subinda a Rua do Caminho de Ferro até ao Cemitério e depois descemos a continuação da mesma rua até à Praça de Agadir. Passámos por debaixo do Viaduto e cortámos à esquerda enfiando depois pela Rua Miguel Torga. Atravessámos este bairro e fomos dar mesmo em frente ao Pavilhão de onde tínhamos saído.

Estávamos novamente no ponto de partida. Só gostava que alguém me dissesse afinal quantos quilómetros andámos. Será que alguém sabe? A seguir veio o melhor. O respectivo lanche. Como não gosto de doces peguei numa maçã e fui-me embora porque o resto já não me interessava. De qualquer forma devo dizer que gostei muito do passeio e para a próxima estou lá caído novamente.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: